Back to Top

Projetos

MuraisMuros da MemóriaGreen PincelTelas3D

O trabalho de Eduardo Kobra começou a ganhar mais visibilidade a partir do projeto Muros da Memória, em que são retratadas cenas da cidade de São Paulo na primeira metade do século XX. Para o artista, a série, além de abrir uma espécie de portal para o passado, funciona também como um protesto contra a falta de preservação do patrimônio histórico. Essa obra, que fica na área de desembarque do aeroporto de Congonhas, é um desdobramento do projeto original e relembra, com uma composição de cores, a época em que o local era conhecido como a “praia dos paulistanos”, porque os cidadãos estacionavam seus carros e subiam as escadinhas para assistir aos pousos e decolagens. Para esse mural, Kobra resgatou uma fotografia dos anos 1950 e fez questão de acrescentar, no canto superior esquerdo, uma imagem de Alberto Santos Dumont, o pai da aviação.

Em meio às criações de Eduardo Kobra, o projeto Green Pincel pode ser considerado uma espécie de alter-ego do artista. Nos murais desta série estão representados, de forma explícita e inequívoca, seu ponto de vista sobre questões cruciais da sociedade e do planeta em que vivemos. São temas como desmatamento, tortura animal, aquecimento global e preservação de florestas e povos indígenas – para o qual somos levados a refletir, imediata e abruptamente, ao toparmos com uma dessas obras em meio à correria das grandes cidades. Um verdadeiro choque de realidade.

Da ideia ao mural, passando pelas opções de layout, cores e formas, são várias as etapas de uma obra de Eduardo Kobra. Uma delas são as telas – estudos em escala menor que o artista realiza antes de levar a criação aos muros e prédios da cidade. E, mesmo menores do que suas gigantescas e mais conhecidas versões finais, essas pinturas nos revelam valores artísticos e detalhes originais que muitas vezes não conseguimos perceber nos grandes murais. Tamanho, aqui, não é documento.

Kobra, inquieto, estudioso e autodidata, também faz pesquisas em novas tecnologias, como a pintura em 3D sobre pavimentos. A técnica anamórfica  consiste em “enganar os olhos”. A pintura é distorcida ou mesmo incompreensível na maioria dos ângulos de visão, mas ao ver do ângulo correto, estipulado pelo artista, se torna um 3D com incrível variação de profundidade e realismo.

Kobra é pioneiro nesta arte.

.

pt Portuguese
X